quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Apple vai permitir a outros fabricantes usar o conector Lightning

Os conectores dos equipamentos da  Apple sempre foram únicas e exclusivas. 
lightning_1Enquanto a industria procurou padronizar e uniformizar todas estas interfaces, a Apple seguiu o seu próprio caminho, dando aos seus equipamentos capacidades únicas graças a esta diferenciação.
A chegada de uma nova versão do conector Lightning vai permitir ainda mais funcionalidades e também vai inaugurar uma nova era dentro da Apple.
Vai ser aberta a utilização do Lightning a outras empresas e a outros produtos fora do universo Apple, o que até agora nunca tinha acontecido.
Fui durante a última reunião anual de fabricantes de acessório para os dispositivos Apple, que decorreu na China, que a empresa de Cupertino apresentou a mais recente versão do seu conector Lightning, sendo agora mais pequeno e com menor volume.
Durante essa reunião a Apple comunicou a todos os seus parceiros MFi (Made-for-iPhone/iPad) que durante o próximo ano, provavelmente no início de 2015, vão poder começar a usar este conector e a respectiva porta na criação de novos dispositivos dedicados aos dispositivos móveis da Apple.
Até agora a limitação estava do lado do conector e impedia que estes parceiros o pudessem usar de forma plena, obrigando a que existisse, por exemplo, uma ligação dedicada ao carregamento e outra dedica ao iPad/iPhone.
Esta mudança permite que o carregamento dos novos dispositivos possa ser feita com recurso ao cabo original dos aparelhos Apple, ao mesmo que estes se ligam com uma ficha Lightning.
Outra realidade que vai surgir desta abertura da Apple é a criação de dispositivos que até agora se ligavam ao iPhone via o jack 3,5 de áudio que vão passar a usar o conector Lightning.
Um exemplo simples será a criação de headphones que deixam de se ligar da forma tradicional e passam a usar a porta Lightning para se ligarem aos iPads e iPhones.
lightning_2
As características do novo conector Lightning (C68) não se limitam a ser estéticas e de dimensão, estando preparadas algumas novidades adicionais, que para já não são conhecidas, mas que vão dar aos novos dispositivos que vão ser criados para o iPad e iPhone algumas funcionalidades extra.
De notar que os consumidores não vão necessitar de adquirir qualquer adaptador para poderem usar estes novos conectores e que este não chegará aos cabos, onde permanecerá o actual (C48).
A disponibilização do acesso ao conector Lightning pela Apple aos seus parceiros vai garantir a criação de novos acessórios para os dispositivos móveis da Apple, mais interligados com o seu ecossistema e sem a necessidade de cabos adicionais e usando os que a Apple já fornece.
Esta é mais uma prova da abertura da Apple para tudo o que se relaciona com os seus dispositivos e sistema operativo, garantindo uma maior integração com todos os componentes da sua esfera directa, indo desde a ligação dos dispositivos a componentes externos até à interligação com software que age directamente no iOS.