quarta-feira, 23 de julho de 2014

Windows 9 vai unificar todos os sistemas operacionais da Microsoft

Lembra-se daquele email interno da Microsoft, vazado logo no fim de 2013, que indicava que a empresa pretendia unificar as plataformas Windows, Windows Phone e Xbox? Pois agora temos uma confirmação disso vinda do próprio Satya Nadella, atual presidente da companhia, em uma conferência feita no dia 22. Este deu a seguinte declaração:
“Nós vamos simplificar a próxima versão do Windows de três sistemas operacionais em um único sistema operacional convergido para telas de todos os tamanhos. Nós queremos unir nossas lojas, comércio e plataformas de desenvolvedores para dirigir uma experiência de usuário mais coerente e uma oportunidade de desenvolvimento mais vasta. Estamos ansiosos para compartilhar mais sobre nossa próxima onda de melhorias para o Windows nos próximos meses.”
Será que vai agora?
Uma declaração como essa, de fato, já não é uma novidade tão grande. Desde o lançamento do Windows 8, um dos principais objetivos da Microsoft é criar um ambiente unificado entre PCs e portáteis – foi o que levou, por exemplo, ao “nascimento” da interface Metro.
O grande problema aqui, como o sistema operacional mais novo da empresa provou, está justamente no fato de que o público reprovou por completo esse tipo de alteração, a ponto de levar a Microsoft a decidir trazer de volta o menu Iniciar antigo. Isso é resultado de um público completamente diferente entre PC e dispositivos móveis: um está focado na grande disponibilidade de ferramentas, enquanto outro busca a facilidade de uso.
Não há nem como dizer que o objetivo da empresa com o novo Windows é seguir um caminho diferente. Como dito por ele, a ideia é preparar um sistema operacional que utilize uma interface escalável para todo o tipo de tela; novamente, outra das decisões que vimos com o Windows 8 e Windows RT, mas que acabou por ser duramente criticada pelo público.
É claro que a Microsoft ainda pode mostrar algo completamente oposto. Mesmo assim, considerando as declarações feitas por Nadella, parece que o Windows 9 está seguindo a mesma direção de seu antecessor – e não vamos esquecer que o Windows 8 não vem sendo nenhum grande sucesso.