segunda-feira, 21 de julho de 2014

Google promete corrigir bug com mais de quatro anos do Chrome

A Google está a estudar a correção do bug que faz com que a utilização do Chrome nos computadores com Windows consuma bateria mais rapidamente. 


A notícia veio a público a semana passada: o Google Chrome tem um bug que faz com que a bateria do portátil se esgote bastante mais rápido do que utilizando outro browser.
 Ian Morris, da Forbes, explica que o sistema de controlo de relógio impede que o processador “adormeça” quando não é necessário e obriga o chip a estar sempre em funcionamento. Desta forma, o sistema está afinado para 1 milissegundo, em vez dos 15,625 milissegundos que seriam expectáveis.
A Google reconheceu agora a existência deste bug e explica que irá estudar internamente uma solução, antes de lançar para o público.