segunda-feira, 21 de julho de 2014

Drone norte-americano mata 11 pessoas

Um drone dos EUA terá disparado vários mísseis na fronteira do Paquistão com o Afeganistão. As autoridades paquistanesas avançam que 11 militantes terão perdido a vida neste ataque.


A maioria dos mortos pertence ao Tehrik-e-Taliban Pakistan, um grupo que engloba militantes de várias organizações das áreas tribais. Este grupo pretende derrubar o governo paquistanês e implementar um governo que não colabore com os americanos no Afeganistão.
De acordo com a Info Brasil, os rebeldes do Waziristão estão na mira de Washington, que tem pressionado o Paquistão a agir. Numa primeira fase, os paquistaneses tentaram a via do negócio e pediram aos EUA que não usassem ataques de drones durante as negociações.
Um ataque ao aeroporto de Karachi, em junho, fez com que as negociações fossem canceladas e abriu o campo para uma iniciativa militar paquistanesa, auxiliada pelo programa de drones dos EUA.
Os disparos a partir de aeronaves não tripuladas sucedem-se naquela região e vão tirando a vida a dezenas de pessoas de cada vez.