segunda-feira, 26 de maio de 2014

Aprenda a configurar Vlans no Linux CentOS

Ter um sistema com Linux é sinonimo de ter uma máquina capaz de oferecer os mais diversos serviços de rede, assim como desempenhar funções de alguns equipamentos activos da rede. Hoje vamos ensinar como podem configurar facilmente Vlans no Linux CentOS de modo a que o sistema possa oferecer serviços (ex. DHCP)  às diferentes redes virtuais.
vlans_03

CentOS(Community enTerprise Operating System) é uma distribuição Linux, de classe Enterprise, baseada em código fonte gratuitamente distribuídos pela Red Hat Enterprise Linux e mantida pelo CentOS Project. Sendo esta uma das distribuições mais estáveis hoje vamos mostrar como podemos criar VLans.
O que são VLAN’s?
Devido aos crescimento e complexidade das redes informáticas, é muito comum nos dias de hoje as redes físicas serem constituídas por várias redes lógicas, denominas de VLANs. Uma VLAN é basicamente uma rede lógica onde podemos agrupar várias máquinas de acordo com vários critérios (ex. grupos de utilizadores, por departamentos, tipo de tráfego, etc).
As VLANs permitem a segmentação das redes físicas, sendo que a comunicação entre entre máquinas de VLANs diferentes terá de passar obrigatoriamente por um router ou outro equipamento capaz de realizar encaminhamento, que será responsável por encaminhar o tráfego entre redes (VLANs) distintas.
Exemplo
Vamos considerar o seguinte cenário: 3 redes redes virtuais, sendo que o servidor Linux será o gateway de cada rede (ou seja, terá configurado 3 subinterfaces). Não esquecer que no switch a porta deve ser configurada como trunk, de modo a passar todas as vlans.
Nota: A configuração de encaminhamento entre redes será realizado em outro tutorial.
vlans_01
Como configurar VLANs no Linux CentOS?
Antes de proceder à configuração é necessário verificar se o modulo 802.1q VLAN tagging (Para permitir o uso de vlans no CentOS) está activo no kernel do Linux.
Para verificar se está instalado basta usar o comando
lsmod | grep 8021q
vlans_02
Nota: Caso o modulo não esteja instalado, basta usar o comando modprobe 8021q.
Para criar Vlans no CentOS existem vários métodos. Hoje vamos ensinar uma das formas mais simples. Considerando que precisámos de 3 gateways (um por cada Vlan), vamos considerar as seguintes “novas” interfaces virtuais:
  • ifcfg-eth0.10
  • ifcfg-eth0.20
  • ifcfg-eth0.30
Interface Virtual: ifcfg-eth0.10
Para criar a vlan 10, vamos copiar o script da ifcfg-eth0
cp /etc/sysconfig/network-scripts/ifcfg-eth0 /etc/sysconfig/network-scripts/ifcfg-eth0.10
e usar a seguinte configuração:
# VLAN 10 - Alunos
DEVICE=eth0.10
BOOTPROTO=static
ONBOOT=yes
IPADDR=192.168.10.254
NETMASK=255.255.255.0
USERCTL=no
NETWORK=192.168.10.0
VLAN=yes
Nota: Na configuração das Vlans não esquecer de dos parâmetros Device (adaptar mediante a vlan a criar) eVLAN.
Interface Virtual: ifcfg-eth0.20
# VLAN 20 - Professores
DEVICE=eth0.20
BOOTPROTO=static
ONBOOT=yes
IPADDR=192.168.20.254
NETMASK=255.255.255.0
USERCTL=no
NETWORK=192.168.20.0
VLAN=yes
Interface Virtual: ifcfg-eth0.30
# VLAN 30 - Funcionários
DEVICE=eth0.30
BOOTPROTO=static
ONBOOT=yes
IPADDR=192.168.30.254
NETMASK=255.255.255.0
USERCTL=no
NETWORK=192.168.30.0
VLAN=yes
Na interface física (eth0) devem usar a seguinte configuração:
DEVICE=eth0
TYPE=Ethernet
BOOTPROTO=none
ONBOOT=yes
Depois de realizadas as configurações, basta reiniciar o serviço de rede.
/etc/init.d/network restart
E está feito. Num próximo tutorial vamos ensinar como ter um serviço de DHCP por rede virtual. Até lá experimentem criar as vlans no vosso CentOS…alguma duvida deixem nos comentários.