terça-feira, 11 de março de 2014

Snowden acusa NSA de pôr em perigo o futuro da Net

Na primeira aparição em público depois de ter denunciado as práticas da NSA, Edward Snowden acusa a agência e o governo dos EUA de porem em risco o futuro da Internet. 























Snowden falou, através do Google Hangouts, para o público presente nas conferências South by Southwest. O ex-analista acusa a NSA de estar a «queimar o futuro da Internet. As pessoas nesta sala, vocês são os bombeiros. Precisamos da vossa ajuda para corrigir isto», disse Snowden, antes de começar a responder a algumas questões do moderador e do público.
Ben Wizner, do Speech, Privacy and Technology Project, perguntou porque é que Snowden não se dirigia aos políticos em Washington, ao que o espião respondeu que «a comunidade tecnológica é que vai ajudar a resolver esta situação, mais do que as pessoas em Washington», cita a Cnet.
Os oradores defenderam ainda que os programadores e técnicos devem começar a usar cada vez mais a encriptação e tornar as coisas seguras, logo desde o início. Desta forma, a privacidade fica assegurada e conseguem-se partilhar conteúdos em segredo. «Ainda não sabem que documentos foram fornecidos aos jornalistas, porque a encriptação funcionou», explicou Snowden.
É mais provável que as chaves de encriptação possam ser roubadas do que os espiões e governos consigam quebrar as proteções fornecidas.
Christopher Soghoian, especialista em privacidade, acusou nesta sessão a Google de colecionar dados através do Android e do Chrome, o Facebook por violar a privacidade dos utilizadores, a Apple por não ter um livro de endereços seguro, a Yahoo por não ter implementado a encriptação mais cedo e a Mozilla por não tornar o Firefox mais seguro.