quarta-feira, 3 de julho de 2013

Utilizadores têm 15 dias para exportar dados do Google Reader

fecho do Google Reader era uma certeza e na passada Segunda-feira, tal como esperado, efectivou-se. Deixou de ser um serviço disponível e simplesmente fechou, deixando aos utilizadores a responsabilidade de encontrar alternativas possíveis para a leitura dos seus feeds de notícias e de informação.
Mas o que poucos esperavam, e contrariamente ao que tem vindo a ser hábito por parte da Google, era que fossem dados apenas 15 dias aos utilizadores para exportarem os dados que tenham no Reader.
A Google anuncia agora no endereço do Reader que todos devem retirar os seus dados até ao dia 15 de Julho.
reader_google_1

Por norma a Google, depois de terminar ou encerrar um dos seus serviços, não impõem aos seus utilizadores um período para que estes exportem os seus dados. Deixa ao critério destes a data em que o pretendem fazer e mantém armazenados esses dados, sempre disponíveis.
Mas com o Reader a Google assumiu uma postura diferente, dado apenas 15 dias para que estes sejam retirados dos seus servidores. Após esta data estes dados vão ser eliminados e deixam de poder ser exportados ou recuperados.
Agora que o Reader deixou de estar disponível no seu endereço de sempre e que todos os serviços e aplicações que lhes acediam deixaram também de funcionar, o ideal é que exportem esses dados.
Para os exportar, caso não o tenham feito, devem aceder ao Google Takeout, um site que a Google criou para esse tipo de situações e seguir as instruções detalhadas que apresentamos abaixo.

Como exportar os dados do Google Reader?

Para exportarem os vossos dados, independentemente da utilização que lhes vão dar, apenas necessitam de aceder ao endereço www.google.com/takeout e autenticarem-se com a conta cujos dados pretendem exportar.
exportar_google_reader_1
Uma vez dentro do Google Takeout podem ver os serviços para os quais a Google disponibiliza a exportação dos dados. Como no nosso caso pretendemos exportar apenas os dados referentes ao Google Reader, não devemos usar a primeira página, que permite a exportação de todos os dados.
Devemos usar a que se encontra acessível através do botão Chose services e aí dentro clicar no botão associado ao Reader.
Será apresentada informação sobre os dados que vamos exportar, nomeadamente o volume dos dados que estão disponíveis.
exportar_google_reader_2
Para darem continuidade ao processo devem carregar no botão Create archive.
Vão de seguida ser transportados para uma página onde podem descarregar os dados que geraram, sendo o ficheiro disponibilizado um zip com a vossa informação arrumada em vários ficheiros json e xml.
O ficheiro XML tem as vossas subscrições e os restantes contêm a lista das restantes opções do Reader (seguidos, seguidores, notas, likes, partilhados com seguidores e marcados com estrela).
O ficheiro com os dados irá estar disponível durante 7 dias pelo que não necessitam de o descarregar de imediato.
exportar_google_reader_3
As alternativas são já conhecidas de todos e de certeza que a maioria já escolheu o que pretende usar para substituir o Google Reader.
Apresentámos uma lista bastante completa aquando do anuncio do fecho do Reader e continuámos a apresentar à medida que foram surgindo. Foram os casos do Feedly, do AOL Reader e do Digg Reader.
Homepage: Google Takeout