sexta-feira, 28 de junho de 2013

Wikipedia confirma que vai desligar serviços por 24 horas

O aviso estava lançado e os rumores davam como certo que certos sites iriam para por 24 horas para protestar contra a lei contra os chamados “pirataria” da propriedade intelectual nos EUA e conhecida como SOPA (Stop Lei Pirataria Online).
Os rumores davam como certos que no próximo dia 23 de Janeiro muitos serviços e sites da Internet iriam desligar os seus servidores para protestarem contra essa lei, mas a não havia certeza se essa acção seria ou nao levada a cabo. A Wikipedia levou a ideia mais longe e antecipou para a próxima quarta feira o seu apagão.

Esta decisão foi apresentada pelo fundador da Wikipedia, Jimmy Wales, na sua conta do Twitter. A mensagem onde Jimmy Wales apresentou o corte previsto para o serviço foi dada de uma forma quase cómica.
Essa mensagem alertava todos para a necessidade de recolherem toda a informação de que necessitam com urgência pois a Wikipedia ia iniciar o seu protesto contra a SOPA
Student warning! Do your homework early. Wikipedia protesting bad law on Wednesday!
Segundo Jimmy Wales explicou também pela sua conta do Twitter, este corte afectará apenas a versão inglesa da Wikipedia.
O corte está planeado para ter inicio na madrugada da próxima quarta feira, pelas 05 horas, e terminará na quinta pela mesma hora.
Vão ser 24 horas em que os Internautas se vão ver privados de uma das principais fontes de informação que está na Internet.
Jimmy Wales esteve bastante activo no Twitter a esclarecer todos os utilizadores sobre as motivações e a forma como este corte irá ser feito, mas acabou por expressar a sua opinião de forma muito efusiva.
Espero que a Wikipedia derreta os sistemas telefónicos em Washington na quarta-feira. Digam a toda a gente que conhecerem!
Para além da Wikipedia espera-se que outros serviços, tal como o Reddit acompanhem este apagão e mostrem às autoridades norte americanas que estão contra a SOPA e tudo o que ela representa.
Vejamos até que ponto este corte nos vai afectar. Apesar de ser apenas na versão inglesa, existem ainda muitos conteúdos que estão exclusivamente em inglês e como tal deverão estar inacessíveis.
Depois da Wikipedia vejamos que outras grandes empresas vão ter a coragem de exprimir o seu descontentamento desta forma e com esta veemência!