sábado, 30 de junho de 2012

Messenger Reviver 1.2

O MSN 2009 quer atualizar na marra para o 2011? Vai ficar querendo, porque com esse programa você não vai deixar.
 
Quem utiliza a versão Windows Live Messenger 2009 tem que conviver diariamente com as notificações de atualização exibidas pela aplicação da Microsoft. Como a empresa lançou uma nova edição do mensageiro, toda vez que alguém com o MSN antigo acessa o serviço, um lembrete do update é mostrado.

























No começo, a notificação não atrapalha muito. O problema é que, depois de algum tempo, o uso da ferramenta é bloqueado, impedindo que você converse com seus amigos enquanto estiver utilizando a edição 2009 no aplicativo.
Quem está passando por isso, pode respirar mais aliviado. Com o Messenger Reviver, a mensagem de atualização do Windows Live Messenger é removida e você pode utilizar a edição mais antiga do programa de conversas sem qualquer problema.

Sem instalação

O interessante do Messenger Reviver é que ele dispensa qualquer tipo de instalação. Para utilizar a ferramenta, basta descompactar em qualquer diretório do seu computador o conteúdo presente no arquivo ZIP baixado e clicar duas vezes sobre o executável que leva o nome da aplicação.
A principal vantagem em não precisar instalar o programa é que você pode executá-lo em qualquer computador. Basta copiar o arquivo para um pendrive ou outro dispositivo móvel e transferi-lo para o disco rígido da máquina.

Como utilizar

O Messenger Reviver deve ser executado quando a mensagem de atualização do Messenger for exibida. Ao abrir, a ferramenta exibe algumas instruções na tela, as quais deixam bem claro que o programa funciona apenas com a edição 2009 do mensageiro da Microsoft.
Clicando no botão “Start”, exibido na parte mais inferior da tela, o processo de remoção da notificação é iniciado. O Windows Live Messenger é encerrado e reiniciado automaticamente após a conclusão da tarefa.

Para saber se o Messenger Reviver foi executado com sucesso, basta acessar sua conta no Messenger. Se você conseguir conversar com os amigos presentes na lista de contatos, significa que o programa funcionou como deveria.
 
Download:
 
->  Baixar

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Microsoft apresenta tablet de marca própria

É uma mudança histórica na estratégia da Microsoft. Após três décadas em que desenvolveu software e deixou para os outros o fabrico dos computadores, a empresa apresentou uma linha de tablets de marca própria, chamada Microsoft Surface, para competir com o iPad.

O anúncio foi feito numa apresentação em Los Angeles, que começou cerca das 0h de terça-feira (hora de Lisboa). Há uma semana que o evento vinha a gerar grande expectativa e estava rodeado de um secretismo que é mais típico da Apple.

Os tablets Microsoft Surface têm um ecrã de 10,6 polegadas (um pouco maior do que o do iPad) e estão equipados com portas USB. Há dois modelos. Uma versão é mais fina e leve e está equipada com o Windows RT (a versão do Windows 8 para os processadores ARM, que tipicamente são usados em dispositivos móveis) – será vendida com 32GB e 64GB. Um modelo superior oferece um ecrã de mais qualidade, mais conectividade (três portas USB em vez de duas), surge em 64GB e 128GB e está equipado com o Windows 8 Pro e processador Intel. Não há referências a câmaras nas especificações técnicas dos modelos e os preços não foram divulgados.

O Windows 8, que chegará ao mercado depois do Verão, foi desenvolvido para ser usado tanto em computadores convencionais como em tablets e é o primeiro sistema da Microsoft desenhado para se adaptar a este género de aparelhos – a interface tanto suporta o uso de rato e teclado como toques e gestos no ecrã.

Na apresentação, o CEO da Microsoft, Steve Ballmer, sinalizou a mudança de paradigma que esta jogada representa para a Microsoft com um tipo de afirmações que se assemelham às proferidas por executivos da Apple, ao defender a integração de software e hardware. “Acreditamos que qualquer intersecção entre humanos e máquinas pode ser melhorada quando o hardware e o software são considerados em conjunto”, afirmou Ballmer.

Foi precisamente a estratégia de decidir fazer apenas software e deixar que outras marcas criassem computadores compatíveis com o Windows que deu à Microsoft a liderança sobre a Apple na década de 1980. Agora, a empresa parece adoptar, pelo menos em parte, a estratégia da rival.

"A integração entre hardware e software passa a ser reconhecida pela Microsoft como essencial para poder dar aos consumidores um produto cuja experiência seja melhor e que possa competir com o popular iPad", explica ao PÚBLICO Francisco Jerónimo, analista da IDC.

Para além de concorrer directamente com a Apple, a Microsoft vai agora competir ainda com actuais parceiros, as empresas que fabricam computadores com Windows e que também se preparam para fazer chegar ao mercado tablets com este sistema.

A Microsoft mostrou ainda nesta noite uma capa protectora para o Surface que tem um teclado físico integrado. O acessório estará disponível em várias cores.

O Surface vai concorrer com o iPad, que veio, em 2010, praticamente inaugurar um segmento em que a Microsoft até já tinha feito experiências, mas quase sem consequências.

"Há pontos fortes muito importantes e diferenciadores" no Surface, analisa Francisco Jerónimo, notando que um deles é o teclado físico da capa. "Por outro lado, é muito importante a integração do Office. Esta será a killer application para que este produto da Microsoft seja atractivo face aos Android e ao iPad".

O analista, porém, antevê um potencial problema: "Pelas indicações dadas, o preço não se perspectiva que seja baixo o suficiente para poder competir em mercados sensíveis a este factor, como é o português".

 Nos últimos dois anos, o iPad tem sido o líder isolado e a referência no segmento, apesar da profusão de aparelhos com sistema operativo Android e de marcas como a HP e a RIM (dos BlackBerry) terem tentado soluções com sistemas operativos próprios, que não convenceram os consumidores. O tablet de baixo custo da Amazon também não fez sombra ao dispositivo da Apple.

Apesar da nova estratégia que mostrou nesta noite, a Microsoft não é inteiramente alheia ao fabrico de electrónica de consumo, onde tem tido resultados díspares. Em 2006, lançou o leitor de música Zune, para concorrer com o iPod, que foi um falhanço.

 Pelo contrário, a consola Xbox é um sucesso de vendas. Para além disto, a empresa fabrica há muito periféricos como ratos e teclados – algo que Ballmer sublinhou durante a apresentação.A Microsoft já pôs também o pé nos canais de retalho, com lojas dedicadas aos produtos da empresa e, inspirada na Apple, com a presença em superfícies de venda (incluindo em Portugal) de “gurus Microsoft” – funcionários que têm como objectivo ajudar potenciais clientes a escolher produtos.

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Windows 8 Release Preview


A Microsoft acabou de tirar do forno o Windows 8 Release Preview – a versão que deve ser a última antes do lançamento oficial da nova plataforma da empresa.
Assim, aqueles mais ansiosos que querem conhecer as novidades que vêm por aí podem experimentar as funcionalidades e os recursos do novo sistema, que vai rodar em qualquer computador, mas foi pensado especialmente para telas de toque.
Atenção! É válido salientar que o SO ainda está em fase de desenvolvimento, ou seja, ele ainda pode apresentar instabilidades, incompatibilidades e falhas de reprodução – embora os relatos sobre esses tipos de eventos sejam muito raros.

Na edição recentemente revelada, os brasileiros devem ter uma grata surpresa: o suporte para o português em todo o sistema. Com isso, você pode conhecer com mais facilidade e propriedade um pouco daquilo que o Windows 8 está preparando. Se você ainda tem dúvida sobre o que a nova plataforma da Microsoft pode fazer, não perca mais tempo e faça o download da versão Release Preview agora mesmo.

Observações importantes

Os softwares que fazem parte desta versão do Windows 8 podem ser modificados sem prévio aviso. O sistema operacional é oferecido “as is”, e o usuário assume o risco de utilizá-lo, uma vez que ele pode não ser estável. O Windows 8 pode não operar corretamente ou o fazer diferentemente da maneira que a versão final se comportará.

Download-padrão e instalação

Para instalar o Windows 8 Release Preview, você deve executar o arquivo de 5 MB que você baixa pelo Baixaki. O assistente vai fazer uma análise do seu computador para saber se ele tem condições de executar o sistema. Também é feita uma análise para que você saiba quais softwares instalados são compatíveis com o novo SO.
O assistente faz o download efetivo do Windows 8, sendo que você poderá criar uma imagem no formato ISO ou um pendrive bootável caso esteja usando uma versão recente do Windows (não é possível fazer isso no Windows XP e anteriores). Confira abaixo um vídeo que explica cada passo da instalação do novo sistema operacional:

Como funciona o download e instalação direto da imagem ISO

Ao clicar no link de download  você vai baixar um instalador que faz o download do Windows 8 Release Preview e então lhe dá opções para instalá-lo imediatamente, criar um pendrive bootável ou criar uma imagem ISO para instalar em outro computador.
Porém, se você preferir, você pode fazer o download direto da imagem no formato ISO. Lembre-se de que esse formato deve ser gravado em um DVD ou usado na criação de um pendrive bootáve

l. Nesse caso, use a chave de produto ("Product Key"): TK8TP-9JN6P-7X7WW-RFFTV-B7QPF.
Como os arquivos são grandes, é recomendável que você use um gerenciador e acelerador de downloads, como o Orbit.

A proposta do Windows 8

A nova versão do Windows pretende expandir a influência da Microsoft no mercado de tablets, mas isso não quer dizer que pessoas que utilizem outros equipamentos ficarão desapontadas. Quem já tem o Windows 7 instalado, por exemplo, não vai precisar de um upgrade de hardware para rodar o SO.
O projeto do Windows 8 começou logo após a finalização da versão anterior. Ele vem sendo desenvolvido a partir do que deu certo no antecessor e incluiu melhorias: mais recursos de segurança, inicialização mais rápida e maior duração de bateria em portáteis.
A Microsoft garante que os requerimentos de energia do Windows 8 são menores. Além disso, ele pode ser instalado no mesmo hardware compatível com o Vista e o Windows 7. Em resumo, o sistema inicia mais rapidamente e usa menos memória para que haja mais espaço para seus aplicativos e dados.
O zoom ajuda a explorar grandes conteúdos.

Melhorias já consolidadas

Em setembro de 2011, a Microsoft liberou o Windows 8 Developer Preview, uma versão pré-Beta. Nesta atualização, foram promovidas consideráveis melhorias. A experiência de toque, teclado e mouse foi completada e refinada, por exemplo. A edição posterior marcou a abertura da Windows Store, que disponibiliza vários aplicativos com o estilo Metro desenvolvidos tanto pela Microsoft quanto por outros desenvolvedores.
A conexão com as nuvens é outro destaque. Você pode usar uma conta da Microsoft para ter acesso a vários recursos — migrar todas as suas configurações, usar armazenamento online, comunicar-se com outras pessoas e conectar-se a uma variedade de serviços.
O Internet Explorer também merece menção. O navegador da Microsoft foi totalmente repensado para oferecer uma experiência de uso especial no Windows 8. Em resumo, a filosofia do IE agora é “menos navegador, mais web”, com os sites ocupando toda a tela.
Internet Explorer 10 no Windows 8.

Nova interface

Esta é a mudança mais sensível em relação às versões anteriores. O Windows 8 apresenta uma nova interface ao estilo Metro: um layout limpo, simples e personalizável, com animações que deixam o computador mais interativo.
De início, você se depara com a nova tela "Start", contendo os mosaicos característicos da Metro UI. Os quadrados são dinâmicos, quer dizer, sempre atualizados. Por exemplo, o aplicativo de tempo e temperatura mostra o clima de qualquer cidade em tempo real.
Nova tela inicial.
Não falta integração com programas Windows Live, e é muito simples conectar a sua conta com o sistema operacional. O compartilhamento de conteúdo também é bastante facilitado. Por exemplo, se você quer enviar imagens por email, pode pegá-las do Facebook, do Flickr e do seu disco rígido a partir de uma única tela.
É possível reorganizar o mosaico como você preferir, bastando arrastar os quadrados para onde você quiser. Qualquer atalho pode ser facilmente removido, clicando com o botão direito sobre ele e marcando a opção "Unpin".
A barra de buscas internas foi reformulada. Sempre que você digitar alguma palavra para buscar aplicativos ou documentos, poderá contar com filtros para refinar as pesquisas e facilitar o acesso a determinados arquivos.
Integração entre aplicativos.

Especial para o toque

O Windows 8 funciona em computadores convencionais e em tablets. Logo, todos os aplicativos, serviços e sistemas internos são compatíveis com toques na tela. O teclado virtual integrado é simples e oferece teclas grandes para evitar problemas referentes à digitação. Tarefas como copiar e colar são muito facilitadas com o suporte do novo sistema.
O Windows 8 tem compatibilidade nativa com a tecnologia USB 3.0, o que garante a transmissão e transferência de dados com bastante velocidade. Se o tablet ou computador for equipado com sensores NFC, rapidamente podem ser feitas análises de produtos e outros aparelhos que contêm a mesma tecnologia.
Canetas stylus podem ser utilizadas para desenhos ou mesmo para escrever, pois o sistema identifica rapidamente os caracteres. Isso pode ser utilizado diretamente na tela (pelo touchscreen) ou por mesas digitalizadoras.

Gestos especiais

Em PCs compatíveis com tecnologia de toque, o Windows 8 lhe permite manipular tudo o que está na tela a partir de vários gestos. Ao tocar no canto esquerdo, abre-se uma lista com os aplicativos usados anteriormente; já o toque no lado oposto disponibiliza comandos do sistema; por sua vez, os comandos de aplicativos são revelados com o toque no canto superior ou inferior da tela.
O toque simples executa ações corriqueiras — abrir um aplicativo, seguir um link ou executar um comando específico, por exemplo. Em alguns casos, basta pressionar a tela e mantê-la pressionada para abrir um menu com informações detalhadas e mais opções.
É possível arrastar a tela para percorrer listas e páginas ou para desfrutar de outros tipos de interação, como mover um objeto. Com dois dedos, é possível controlar o zoom; se você rotacioná-los, pode girar um item.
Gestos têm papel especial no Windows 8.

Mas não é só toque

Apesar de enraizado em ambientes de toque, o Windows 8 vai rodar em qualquer computador, independente da arquitetura utilizada pelos processadores (x86, x64 ou ARM), e é por isso que ele poderá ser instalado em notebooks, desktops, tablets e até mesmo a partir de um pendrive.
Todos os comandos por gestos têm seus equivalentes no mouse. Monitores de qualquer resolução podem ser utilizados — dependendo do tamanho da tela, o sistema operacional é alterado automaticamente para se adaptar melhor às limitações impostas.

Compatibilidade com o desktop do Windows 7

Apesar de todas as modificações da interface Metro, o Windows 8 terá compatibilidade com seu antecessor. A Área de trabalho continua com a mesma cara: o papel de parede é o mesmo, a Barra de tarefas segue o padrão e os ícones também são idênticos. A primeira mudança notável é no botão do Menu Iniciar: deixando o cursor do mouse sobre ele, abrem-se um relógio e um menu com atalhos para configurações, dispositivos, compartilhamento e busca.
A segunda modificação sensível é que todas as janelas do sistema têm o padrão Ribbon, do Office. Há sempre ferramentas disponíveis, dependendo do arquivo ou pasta que você seleciona. Essa barra é facilmente escondida por uma simples seta, assim, quem não gosta do recurso não precisa lidar com ele sempre.
Há também modificações sutis na Barra de títulos. Os ícones estão ainda mais caprichados, e agora o texto é centralizado. Há muito capricho também na janela do Gerenciador de tarefas: ela utiliza cores para que as informações sejam compreendidas com mais facilidade. Quanto mais pesado um processo, mais forte é a cor dele. Assim, ele está sempre destacado. Há muitos gráficos que esclarecem o uso de processador, memória, disco e conexões de rede.
Novo Gerenciador de tarefas.
Para quem usa mais de um monitor, é possível configurá-los para que exibam, ao mesmo tempo, a nova tela "Start" e o já conhecido desktop do Windows 7. O Windows 8 também se adapta facilmente a qualquer resolução , o que ajuda aqueles usuários que usam um monitor mais antigo.

Nas nuvens

O sistema é conectado à nuvem para que você possa acessar fotos, documentos e configurações de onde quer que esteja. Basta abrir a sua conta para interligar Mail, Calendário, SkyDrive, MSN e outros programas.
Logo na configuração inicial, o Windows 8 vincula o novo usuário à sua conta da Microsoft. Isso significa que os seus aplicativos vão acompanhá-lo mesmo em um computador diferente. É como se cada conta de usuário fosse o seu computador, sempre portátil e disponível.
E não importa se um contato foi adicionado pelo Hotmail, Messenger, Gmail, Twitter ou outro, todos eles estão conectados pelo aplicativo de pessoas, com o qual é possível acompanhar atualizações e se comunicar de diferentes maneiras.

Windows Store

A Windows Store vai reunir diferentes aplicativos em categorias de fácil exploração. Programas considerados ótimos serão destacados, assim como aqueles mais baixados. Todos os apps para o Windows 8 Release Preview são gratuitos. Após o lançamento da versão final do SO, serão disponibilizados outros softwares a diferentes preços, sendo possível testá-los antes de comprar.
O acesso à loja é facilitado por um atalho na interface Metro. Os aplicativos são organizados por gêneros e preços, com screenshots, descrição e análise de usuários, como acontece no Android Market e na AppStore.
É bastante simples enviar os softwares criados para a loja, e há um detalhe interessante: antes de serem divulgados e disponibilizados para o público, os programas precisam passar por uma avaliação da própria Microsoft, o que deve prevenir a presença de arquivos infectados.
Windows Store.

Segurança

O recurso Trusted Boot valida a integridade do Windows durante a inicialização, prevenindo que malwares corrompam o sistema. Em outras palavras, rootkits e outras ameaças têm menores chances de atingir o SO .
Em portáteis, a criptografia BitLocker ajuda a manter dados em segurança sem prejudicar a produtividade. Já o AppLocker serve para restringir os tipos de arquivo que uma pessoa ou um grupo de pessoas pode acessar.
O SmartScreen protege contra phishings e outros tipos de ataque para que você consiga navegar com mais tranquilidade. Ele também serve para atestar a segurança de arquivos baixados da internet. Por último, o Windows Defender oferece proteção contra diferentes malwares em tempo real, removendo programas maliciosos ao menor sinal de infecção.

Internet Explorer 10

O Internet Explorer 10 está muito diferente no ambiente Metro. A barra de endereço agora está localizada na parte de baixo e há poucos botões. Para ganhar ainda mais espaço, é possível escondê-la. Assim, a tela é preenchida totalmente com a página exibida. O clique com o botão direito do mouse serve para adicionar novas abas. Um detalhe bastante agradável são as notificações, como quando um download é concluído.
É um exemplo do conceito proposto pelo novo Windows em relação aos aplicativos. Eles serão executados em tela cheia, adaptando-se às mais variadas resoluções, desde telas de tablet até grandes monitores.
Internet Explorer 10.

Reset em um botão

É possível restaurar o Windows 8 ao estado original de diferentes maneiras. Você pode executar um reset convencional, que é mais simples e mantém arquivos e documentos. Porém, há opções novas e mais avançadas — por exemplo, o reset completo, o qual restaura o computador ao estado original. É possível também criar um disco especial, ideal para as pessoas que investiram muito tempo na personalização e configuração de sua máquina.

Atualizações

O Windows 8 é capaz de instalar atualizações quando o computador não é utilizado. A promessa é a de que os usuários recebam muito menos notificações a respeito de manutenção, das atualizações ou das reinicializações. De acordo com a Microsoft, não haverá interrupções com frequência, e o computador vai funcionar normalmente mesmo ao instalar o que for necessário.
Aplicativos para o Windows 8.

Acesso remoto e virtualização

O sistema de acesso remoto a computadores foi remodelado. Com mais dinamismo nas comunicações, as máquinas podem ser controladas com muita facilidade, incluindo a compatibilidade com o touchscreen.
Dependendo das configurações utilizadas, é possível ter acesso a listas de processos e várias outras informações mais avançadas. A virtualização também foi melhorada, permitindo que imagens ISO abertas nos computadores possam ser utilizadas como unidades separadas. Confira abaixo a nossa análise em vídeo:

Novidades da Release Preview

Além dos tradicionais ajustes e correções que costumam ser feitos entre uma versão e outra do sistema operacional, o Windows 8 Release Preview ganhou suporte ao Flash para o Internet Explorer 10, o que deve aprimorar o desempenho do navegador ao executar vídeos, games e sites baseados nessa tecnologia.
Além disso, a plataforma apresenta uma maior integração da interface Metro com o resto do sistema operacional, proporcionando uma interação ainda mais agradável com as funcionalidades oferecidas. Outra novidade que deve agradar aos brasileiros é o suporte para o português, permitindo que pessoas que não dominam o inglês possam experimentar os recursos disponíveis com mais facilidade e propriedade.

Fonte da imagem: Divulgação/Microsoft
Mas as novidades não acabam aí. O Windows 8 Release Preview também recebeu novos aplicativos da Microsoft e de alguns de seus parceiros. Entre os softwares com maior destaque, estão o aplicativo do Bing (que também apresenta conteúdos informativos, como notícias, viagens e esportes) e do Xbox 360, que deve se integrar a conteúdos multimídia – incluindo músicas e jogos.
Por fim, os programas que surgiram na edição Consumer Preview receberam aperfeiçoamentos. Os aplicativos para o envio de emails, visualização de imagens e gerenciamentos de contatos são alguns dos recursos que foram melhorados.
A Microsoft ainda anunciou que está trabalhando com maior proximidade dos desenvolvedores cadastrados. Com isso, a produção de programas específicos para a plataforma deve ser estimulada, aumentado a quantidade de ofertas na loja virtual do sistema, a Windows Store.